Sobre nós

Olhares para os coletivos periféricos

Quem Somos

O Observatório de Coletivos Culturais da Periferia de São Paulo (OCCP) foi criado em 2019 tem os objetivos de verificar processos de comunicação construídos por essas experiências, analisar relações institucionais e de diálogos de saberes desenvolvidas por estes grupos com organismos oficiais e as comunidades onde atuam, bem como verificar quais interseccionalidades envolvem as sujeitas e sujeitos periféricos que participam dos coletivos. 

A primeira fase da investigação, que recebeu o nome de “Periferias Insurgentes”, focou olhares em projetos fomentados pelo Programa de Valorização das Iniciativas Culturais (VAI) (http://programavai.blogspot.com/p/sobre-o-vai.html) e/ou pela Lei de Fomento à Cultura da Periferia (https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/noticias/index.php?p=27841) e resultou na produção de um documentário com o mesmo nome (https://youtu.be/5dGPS9q_MxE ). Ah, ainda neste ano, lançaremos um livro com resultados e reflexões sobre a primeira etapa.

Na segunda fase do observatório, além do espaço para as trajetórias e dados estatísticos sobre coletivos de cultura e comunicação, serão estabelecidos diálogos de saberes entre pesquisadores acadêmicos e integrantes de coletivos para a produção coletiva de cartilhas e oficinas digitais a respeito de temas de interesse de coletivos, tais como plano de comunicação prestação de contas, gestão de recursos financeiros, entre outros assuntos.

Conheça nossa equipe:

Logo_PRP_1.jpeg
WhatsApp%20Image%202021-05-22%20at%2013.
dennis.jpeg

DENNIS DE OLIVEIRA

Coordenador

Professor livre-docente em Jornalismo, Informação e Sociedade pela ECA/USP. Possui graduação em Comunicação Social Habilitação em Jornalismo pela Universidade de São Paulo (1986), mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1998). Atualmente é professor em RDIDP (Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa) na Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação Popular, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação e cultura, processos mediáticos e culturais, comunicação e recepção, processos mediáticos e jornalismo, mídia e racismo, e integração na América Latina. É coordenador do CELACC (Centro de Estudos Latino Americanos de Cultura e Comunicação), vice-líder do Alterjor (Grupo de Pesquisa de Jornalismo Alternativo e Popular) e membro do Neinb (Núcleo de Estudos Interdisciplinares do Negro Brasileiro), todos da Universidade de São Paulo. É professor do Programa de Pós Graduação em Mudança Social e Participação Política da EACH/USP e do Programa de Pós Graduação em Direitos Humanos da Faculdade de Direito da USP. Atua como consultor em comunicação, educação e cultura em instituições públicas, particulares e organizações não governamentais.

Juliana.jpeg

JULIANA SALLES

Doutoranda

Doutoranda em Ciências, na linha de pesquisa Comunicação e Educação, do Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina (PROLAM-USP). Mestra em Ciências, na linha de pesquisa Comunicação e Cultura pelo PROLAM-USP (2019). Possui graduação em Jornalismo pela Faculdade PAULUS de tecnologia e Comunicação (2015). É membro do grupo de pesquisa Movimentos Sociais, Cultura, Comunicação e Território na América Latina, do Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação (CELACC-USP). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo e Editoração. Em pesquisa, atua principalmente nos seguintes temas: comunicação popular, alternativa e comunitária; jornalismo de quebrada; periferias; América Latina; cultura; interfaces entre comunicação e educação; educação popular; educomunicação; movimentos culturais; cidadania; Estudos Culturais; e Geografias da Comunicação.

maira_edited.jpg

MAÍRA CARVALHO DE MORAES

Mestre

Graduada - Bacharel e Licenciatura em História pela FFLCH - USP ( Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo). Possui Especialização em Mídia, Informação e Cultura pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo Mestre no programa de Mudança Social e Participação Política da EACH/USP - Escola de Artes, Ciências e Humanidades. É bolsista do Núcleo de Pesquisa CELACC - Centro de Estudos Latino Americanos sobre Cultura e Comunicação, núcleo vinculado à Pró - Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo e Escola de Comunicações e Artes (ECA-USP). No Celacc participou do projeto de pesquisa com fomento do CNPq intitulado "Mídia Alternativa e Diversidade Cultural", atuando como bolsista CNPq sem bolsa pela ECA/USP e do projeto FAPESP 2016/01203-0 intitulado Movimentos Sociais, Cultura, Comunicação e Território na América Latina. Atualmente, cursa as graduações em Engenharia da Computação (Univesp) e Análise e Desenvolvimento de sistemas (Faculdade Impacta de Tecnologia), no intuito de realizar pesquisas sobre humanidades digitais na área de documentação digital e material de ensino e plataformas digitais.    

mariana_edited.jpg

MARIANA CAIRES

Mestranda

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do ABC, orientanda da Prof. Livia de Tommasi. Pesquisa sobre  contexto de financiamento do trabalho de jovens comunicadores das periferias de São Paulo. Graduada em Comunicação Social - Jornalismo pela Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC), da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp - Bauru).